segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Raffaele Rosito

Dia desses publiquei muitas imagens da Maria Cristina. Acabei esquecendo de lembrar também do grande incentivador da carreira dela: o próprio pai.

Eu tenho poucas informações sobre a carreira dele, que infelizmente faleceu em um acidente de carro, quando se dirigia para o Autódromo de Cascavel em 2000. Sei que correu de VW por algum tempo no início dos anos 70. Chegou a fazer algumas provas do Campeonato Europeu ou Inglês de Fórmula 3 em 1971. No livro 12 Horas de Tarumã, da dupla Torino/McCoy, é possível ver que participou de várias 12 Horas fazendo dupla com o Leonel Friedrich e outras com o Sérgio Axelrud. Acredito que a última categoria que tenha participado como piloto foi no Torneio Passat (imagem abaixo de 1980), mas vocês devem saber muito mais, então fiquem a vontade para contar.


6 comentários:

Beatriz Mibach disse...

Sei que o blog é dedicado essencialmente ao grandes nomes do RS, mas acredito que encontres boas imagens neste link:
http://www.faspnet.com.br/index_galeria_fotos_antigas.php
Abraço,
Bea

Fernando disse...

Leandro,
Acho que deverias abrir um capítulo ao Rafaelle Rosito Neto. O "Chuleta" como era conhecido foi um personagem histórico e muito significativo para o automobilismo gaúcho. Sua coragem era rara e sua determinação inigualável. Foi o PRIMEIRO gaúcho a correr na Inglaterra em monopostos, conseguiu aqui no Brasil pilotar para a Equipe Jolly (Alfa Romeo)o que equivaleria hoje a pilotar um GT3. Enfim, era uma figura popular, carismático e comunicativo que marcou a vida de todos nós nas décadas de 60 (final), 70 e 80 como piloto e depois chefe de importantes equipes de F3. Rosito, arrisco dizer, foi o mais empolgante piloto daqueles tempos. Agitava na mídia como ninguém, articulava nos bastidores e sabia segredos como poucos. Iniciou em corridas noturnas "não-oficiais" na Cavalhada-Vila Nova em uma Kombi (!!!) e encerrou seu passeio nesta Terra numa estrada perto de Toledo no Paraná. Viveu cada dia de sua vida como se estivesse disputando o primeiro lugar, na ùltima volta de uma corrida. Um vencedor, temido pela raça e respeitado pelo talento. Ainda teremos que homenageá-lo com mais justiça. Abraço.
Fernando Esbroglio

pdalsaur disse...

Caro Leandro. Entre outras do Rosito, chegou a participar da Formula Ve original, o unico gaucho. Quanto a sua participacao na Europa, nao correu de F-3, e sem F-Ford, em carro que compartilhou com Chico Lameirao.

Raffaele disse...

Pelo menos um Raffaele de sucesso !!
Pq eu não estou conseguindo levar esse nome em diante !! rs

Magali Piazza disse...

É já faz bons anos que se foi! e nos deichou ótimas lembranças! sinto muitas saudades! Garra inigualável! espiritualidade elevada! Carater, bomdade! Foi muito bom, me deichou valores altos de aprendizado! nos encontraremos logo!

Anônimo disse...

Tive a honra de conhece lo aui na Inglaterra quando ele trouxe o Pedro Bartelle p falar com os donos de equipes de f3...Encontrei os dois num hotel em Knightsbridge e de la fomos ate o pais de gales,,,circuito de Pembrey....com o Rosito no volante, eu alo lado dele e o Pedro no banco de tras,,,,
Vou te contar,,,uma pessoa maravilhosa,,,,100 por cento,,e com uma atitude positiva ,,cheio de vida,,,e o pe na tabua mesmo,,
Olha,,que dirijo rapido em Londres e Inglaterra,,mas o Rosito no volante,,meus Deus....quase que caguei na calca mesmo de tanto medo,,,passamos um final de semana muito divertido,,ele nao parava de fazer piadas,,,,dava altas gargalhadas e o pe la no fundo,,,,100 milhas,,120 milhas e eu falando ,,Rosito,,se os homens te pegarem com o radar ,,irao te levar p a prisao ,,,nao deixaram vc colocar a mao no carro....e ele nem ai,,,,Rosito,,,fiquei chocado ao saber que vc tinha ido p circuito do ceu,,,,e olha que aquele final de semana foi la por 1996...vc se foi e so fui saber da sua partida a uns 2 anos tras ,,quando encontrei a Cristina no Facebook,,,
Aonde vc estiver,,,jamais irei esequecer daquele fim de semana,,
Abracao forte p vc,,,Mane de londres