segunda-feira, 3 de novembro de 2008

O primeiro de muitos

Em 1980, Antônio Fornari continuou competindo na categoria dos Fiats. Naquele ano iniciava uma parceria com o preparador Ivan Hoerlle e os resultados daquele ano eram um indício do que viria pela frente. No Brasileiro, classificou-se entre os dez melhores e no Gaúcho travou grandes disputas com Aroldo Bauermann. O campeonato tinha seis etapas. Aroldo chegou na última com apenas um ponto de vantagem sobre Fornari e saiu de lá com um de desvantagem, dando a Fornari o seu primeiro título da carreira, após alguns vices nos anos 70 (1974 - Dodge 1800 - e 75 - Maverick, na Divisão 1). O título foi muito disputado, tanto é que Fornari obteve apenas uma vitória no campeonato, em uma prova em Guaporé. Abaixo uma imagem do piloto e do carro campeão.


No ano seguinte, Fornari encarou o desafio de manter o título no Gaúcho, mas encontrou pela frente a forte Jardim Itália, que arrebatou os dois primeiros lugares, restando a ele o terceiro lugar. Fornari ainda participou do Fluminense, onde chegou na última etapa como líder e o favorito ao título, mas uma rodada em Jacarepaguá o fez ficar com o vice. No Brasileiro foi o nono colocado. Abaixo, várias imagens daquele ano.

O campeonato Gaúcho de Fiat 147 de 1982 foi disputadíssimo e Fornari travou duelos inesquecíveis com Renato Conill e Paulo Hoerlle (campeão e vice). Abaixo algumas imagens daquele ano.


1983 marcaria o início de uma dupla das mais vitoriosas da história do automobilismo gaúcho. Antônio Fornari se uniria a Paulo Hoerlle, irmão do seu preparador Ivan, e juntos entraram no primeiro Brasileiro de Marcas e Pilotos com um Fiat 147. A parceria mostrava sinais de que tinha sido acertada e logo na terceira etapa daquele campeonato, as 12 Horas de Goiânia, a vitória chegou, derrotando mais de 40 adversários. A dupla ainda contou com a presença do piloto Carlos Alberto Petry na pilotagem do Fiat #99. Fornari ainda hoje diz que essa foi uma das maiores vitórias de sua carreira. Abaixo um registro da prova de Tarumã daquele campeonato e também outro, de uma prova de kart, que Fornari participou naquele ano.


Para 1984 o Fiat 147 fora substituído pelo Oggi e a dupla continuou participando do campeonato nacional, obtendo alguns bons resultados, entre os quase 60 carros que participavam da competição. Em paralelo, Paulo Hoerlle competia na Copa Itali de Turismo (Gaúcho de Marcas) e para auxiliá-lo na conquista do título, Fornari inscreveu o Oggi #199 na última etapa do campeonato, conforme pode ser visto na terceira imagem abaixo.

Em 1985 viria o primeiro título da dupla, no Campeonato Regional de Turismo, com o mesmo Oggi com o qual eles competiram no Brasileiro de Marcas do ano anterior.


No ano seguinte o Fiat Uno aposentou o Oggi e o bi-campeonato escapou por pouco. Waldir Buneder conquistou o título com a dupla Fornari/Hoerlle ficando em segundo.


O regulamento de 1987 não dava muitas chances às equipes que competiam com Fiat Uno e após algumas provas, tendo inclusive obtido a pole position da primeira etapa, o carro foi substituído pelo Escort, com o qual eles permaneceram até o início dos anos 90.


Na prova de abertura do Regional de Turismo de 1988 a dupla conquistou mais uma vitória e manteve-se entre os primeiros colocados na classificação ao longo de todo o campeonato. Na imagem abaixo uma disputa de Fornari com o irmão, "Neco", que levava o #35, tradicional da família, em outro Escort.


Além de continuar competindo no Regional de Turismo de 1989 com Paulo Hoerlle, Antônio Fornari teve a oportunidade de guiar o segundo carro da Equipe Rinaldi Racing, chefiada pelo inesquecível Dino Di Leone, pilotando um Voyage ao lado de Amadeo Moeller. Fornari inclusive conquistou uma vitória na etapa de Cascavel.


Como podem ver, a história de Antônio Miguel Fornari é longa e vitoriosa. A década de 90 traria outros tantos títulos a este grande piloto.

Fonte das imagens: arquivo Antônio Fornari, jornal Zero Hora, arquivo Ricardo Trein e revista Auto Esporte.

2 comentários:

Tohmé disse...

Esses Fiat Oggi eram realmente uma beleza de carro de corrida.

Diego disse...

Os Unos são muito legais...poste mais fotos deles!